Condutores,

essa postagem esclarece algumas dúvidas e até mitos sobre gastança de embreagem em algumas situações específicas. 

No ato de dirigir não existe padronização: tudo é muito dinâmico e somos cobrados pelas circunstâncias a agir da forma mais segura e eficiente. Isso significa que não se usa só o freio de mão em ladeiras, assim como não se usa só o comando de embreagem e acelerador. Cada situação é específica e vai exigir do motorista uma hora ou outra a utilização de um desses dois comandos. 

USANDO O FREIO DE MÃO

O freio de mão ou freio de estacionamento tem como função principal segurar o carro assim que o paramos ou estacionamos. É usado para ter a certeza de que o carro não vai sair do lugar assim que estacionamos com o carro parado ou ligado. 



Em alguns tipos de ladeiras é muito exigido seja para estacionar depois de desligar o carro ou mesmo para segurá-lo quando a fila de carros pára numa ladeira. Situações em que usamos o freio de mão:

1. Está subindo o morro e a fila de carros pára de vez: use o freio de mão;

2. Está subindo uma ladeira, o carro começa a perder a força e você sente que ele vai morrer: use o freio de mão;

3. Está numa rua ou rodovia e a fila de carros vai parar por um bom tempo: puxa o freio de mão, coloca em ponto morto e aguarda. 


 USANDO A MEIA EMBREAGEM

 Condutores, o comando de meia embreagem quando o motorista utiliza os pedais de embreagem e freio é para ser usado em algumas situações específicas no trânsito e principalmente naquelas situações em que ele é FUNDAMENTAL e INSUBSTITUÍVEL.


Os motoristas experientes de plantão que condenam esse tipo de comando esquecem-se de que o utilizam sim diariamente nas seguintes situações: 

1. Para segurar o carro e evitar que ele avance sobre a via preferencial ou morra numa descida de morro ou ladeira. É um comando natural nessas situações, pois não tem outro jeito de segurar o carro a não ser pisando no freio para segurar o carro parado e pisando na embreagem para o carro não morrer;

2. Para entrar ou sair com o carro de uma vaga apertada: nessas situações enquanto vc manobra para acertar a frente do carro e as suas laterais (quina) na vaga para não bater no carro ao lado, da frente ou de trás tem que pisar no freio e ir controlando o carro na embreagem, aproveitando o ponto ideal em que o carro começa a se movimentar para ir ajeitando o carro sem precisar acelerar;

3. Usa-se controle de freio e embreagem quando o trânsito está muito lento ou naquelas situações em que você tem que andar com o carro quase parando sem ele dar socos ou chacoalhões. 

SITUAÇÃO ESPECÍFICA


Por exemplo, se a fila de carros está muito lenta, mas lenta mesmo e os carros estão parando e se movendo lentamente isso significa que vc vc está em 1ª marcha e a velocidade máxima aceitável na primeira marcha é até 20km/h. Entre 3 e 5 km/h se o trânsito parar e continuar e vc não usar o pedal de embreagem o carro vai soquear e ate morrer. É por isso que usamos a pisada na embreagem nessas situações. 
 
Na verdade, achamos o ponto ideal de embreagem em que o carro começa a se movimentar sozinho e aproveitamos esse movimento sem precisar acelerar. São situações em que acelerar não dá porque faz o carro avançar para cima do carro da frente. Então aproveitamos o movimento do carro só no pedal de embreagem e usamos o freio para parar o carro. Você mantém o pé no pedal de embreagem guardando essa posição enquanto pisa no freio, mas querendo que o carro se mova basta tirar o pé do freio e ele já estará andando.


USANDO O CONTROLE DE EMBREAGEM E ACELERADOR





Esse é um comando básico do carro que todo motorista tem obrigação de dominar. Porquê? Porque precisamos desse controle em algumas situações específicas e insubstituíveis.
 
 Por exemplo, se a fila de carros está muito lenta, mas lenta mesmo e os carros estão andando com velocidade menor que 15 km/h isso significa que vc está em 1ª marcha, só que precisa de um pouco mais de movimento e de "velocidade" do que quando se usa só o comando de embreagem. Daí o que fazer? 

Você acha o ponto ideal de embreagem em que o carro começa a se movimentar, ok? Só que em vez de pisar no freio você pisa no pedal de aceleração constante. É mais ou menos assim: o pedal de aceleração acelera só para encher o motor enquanto o pedal de embreagem é pisado na medida certa para não deixar o carro sair. 
 
Trocando em miúdos: o pedal de aceleração é acionado levemente para encher o motor do carro sem pisar forte. Lembre-se que não é o para o carro sair!  Só que nessa hora vc pisa um pouco mais no pedal de embreagem para que o carro não saia. 

Quando você acha o ponto de equilíbrio ideal entre a pisada de acelerador e a pisada de embreagem o carro fica paradinho, não se move um tequinho que seja. 

Em que situações utilizar esse comando:

1. Para segurar o carro em ladeiras ou subidas quando o trânsito está lento demais e quase parando, mas não é possível utilizar o freio de mão;

2. Para segurar o carro naquelas subidinhas de portão e garagem enquanto outra pessoa abre o portão para nós ou enquanto acionamos o comando eletrônico de abertura;

3. Nas rodovias quando existem elevações, morros ou pontes que nos colocam em situação de ladeira e os carros da frente andam bem lentamente, mas sem parar. Se os carros pararem de vez aí sim usa o freio de mão. 

Condutores, o que estraga a embreagem do carro é andar com ele em movimento e manter o pé descansando na embreagem. Isso sim é prejudicial. 

Nas situações acima, dependendo da velocidade e das ladeiras tem que usar sim o comando de embreagem e acelerador para a sua segurança e a dos outros. 

PARA OS MOTORISTAS INICIANTES

Vejam bem, estamos falando de comandos para alunos que estão na autoescola ou motoristas iniciantes, que ainda não tem prática. É muito difícil para um aluno que ainda não tem prática nem controle de pedais parar o carro com freio de mão puxado numa fila de carros que anda lentamente, mas não pára. Porquê?

1. Porque esse aluno vai ficar nervoso com tanto carro na frente e atrás dele;

2. Porque é mais fácil dar branco, perder o controle, deixar o carro morrer 500 vezes e não conseguir sair dali.

Muito motorista experiente buzina, xinga, faz gestos, debocha, ri de um motorista iniciante porque na cabeça desses motoristas eles não entendem que um comando tao fácil, que eles executam centenas de vezes por dia ainda não foi dominado por um motorista sem prática. 

Parar numa rodovia ou numa rua com ladeira puxando o freio de mão, mas deixando o carro morrer e não ter a sensibilidade de pedais para baixar o freio de mão no tempo certo e sair dali é outra coisa! O carro pode voltar e bater no carro de trás.

O que eu quero dizer com isso, condutores, é que antes de ir para o trânsito temos de dominar bem mesmo os comandos básicos do carro, seja freio de mão, meia embreagem ou controle de embreagem e acelerador. 

O ideal é treinar e dominar todos esses três comandos de pedais para saber usá-los em cada situação específica que o trânsito exige. Segurança em primeiro lugar, condutores!

Dirigir não é só colocar o carro em movimento andando em linha reta!

Comandar o carro em manobras com baixa velocidade e quase parado também é dirigir!





 
Topo